Advogado de réus do massacre do Carandiru naõ descarta abandonar juri outra vez

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2014 08h26

O advogado que defende réus do massacre do Carandiru ameaçou abandonar novamente o plenário na quarta fase do julgamento nesta segunda-feira. Celso Vendramini foi multado em mais R$ 50 mil por ter deixado o juri na terceira etapa, remarcada para 31 de março, onde também defendia PMs.

O defensor alegou, do lado externo do Fórum, que o Ministério Público “está podendo tudo, e eu não estou podendo nada”. Falando a Leandro Manço, Celso Vendramini não descartou sair do plenário novamente, mas espera outra postura do juiz Rodrigo Tellini Camargo.

*Ouça os detalhes no áudio

Os promotores acreditam que os 12 policiais do Gate, acusados de 10 homícídios e três tentativas de matar presos, sejam condenados. A tese será a mesma que já condenou outros 48 policiais pela morte de presos no Carandiru, em dois de outubro de 1992, explicou o promotor Marcio Frggi.

A quarta fase do julgamento do Massacre do Carandiru começa às 9h desta segunda-feira (17) e deve durar de quatro a seis dias. Entre as testemunha estão três sobreviventes, o ex-diretor de Segurança do Presídio, Moacir dos Santos, e o perito criminal Osvaldo Negrin.