Alckmin analisa queda da participação federal no financiamento da saúde no país

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2014 07h28

A qualificação da gestão e mais recursos do governo federal são os pontos fundamentais para atender melhor a demanda por assistência médica no país. O tema foi debatido no Terceiro Fórum de Saúde e Bem-Estar, promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, em Campinas, interior do Estado.

De acordo com o governador de São Paulo, que participou do evento no final de semana, a saúde é uma prioridade em qualquer parte do Brasil. Em entrevista ao repórter Daniel Lian, Geraldo Alckmin avaliou que o governo federal diminuiu sua participação no financiamento do setor.

*Ouça os detalhes no áudio

O secretário da Saúde do estado de São Paulo enfatizou a necessidade de qualificar a gestão e o sistema eletrônico de filas. O médico David Uip também levantou a carência de financiamento para aprimorar a assistência no país.

O presidente do Hospital Albert Einstein destacou que o evento discutiu a saúde muito além da assistência. O médico Claudio Lottenberg analisou que a gestão do setor é cada vez mais fundamental para o desenvolvimento do Brasil.

O presidente da Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ressaltou a necessidade de atender às expectativas de quem precisa do setor. Dirceu Barbano explicou que os gestores da saúde tem que se especializar e entender a rotina do paciente para poder atuar de forma adequada.

Para o presidente do Lide – Grupo de Líderes Empresariais -, o encontro discutiu questões que estão mudando a relação da saúde de cada indivíduos. João Dória Júnior enfatizou que este será um dos temas nas próximas eleições e que a informática tem contribuído para o avanço do setor.

O Terceiro Fórum de Saúde e Bem-Estar reuniu grandes especialistas que debateram assuntos para a melhoria do setor no Brasil. O evento ocorreu neste final de semana na cidade de Campinas, interior do Estado de São Paulo.