Alckmin é favorito para Governo de São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 07/06/2014 08h47

O Instituto Datafolha publicou neste sábado (07) a pesquisa de intenção de voto na sucessão estadual em São Paulo. Geraldo Alckmin mantém o patamar de 44% das intenções de voto, enquanto Paulo Skaf passou de 19% para 21%, ficando em segundo lugar. Em terceiro está Alexandre Padilha, com 5%. Já os eleitores que ainda não declararam voto são 26%, com 16% de brancos e nulos e 10% não sabem.

Segundo o coordenador da pesquisa, Mauro Paulino, se as eleições fossem hoje, terminariam no primeiro turno.”Como a eleição estadual fica em segundo plano em relação à eleição de presidente, o eleitor presta atenção nessa eleição bem mais tarde, na verdade quando começa a campanha na TV. As definições vão ocorrer mesmo no segundo semestre”, afirma.

O candidato Alexandre Padilha, do PT, é ex-ministro da saúde do governo Dilma e parte do governo Lula, mas mesmo assim conta com apenas 3% das intenções de voto. “Mesmo com essa presença na mídia, ele ainda é bastante desconhecido dos eleitores paulista, ele precisa se apresentar. Isso só vai acontecer de fato quando a campanha estiver no ar”, explica Paulino. É provável que o candidato tenha um crescimento a partir do momento em que ele seja associado ao partido e a lula e dilma, mas nesse momento ele mantém esse patamar que vem desde junho de 2013.

Alckmin tinha um patamar mais alto antes das manifestações de junho de 2013, com 52% das intenções de voto. Como todos os governantes na época, ele caiu para a casa dos 40%, e vem se recuperando devagar.

Já no Senado, José Serra tem 41% das intenções, e Eduardo Suplicy tem 32%. “O eleitor presta menos atenção ainda a esta disputa. O que esse número mostra é o ponto de partida nesse momento, em que a gente apresenta os nomes para o eleitor”, diz Paulino. A próxima pesquisa do Datafolha relacionada à política acontece durante a Copa do Mundo, com acompanhamento das intenções de voto durante o evento, para medir o ânimo dos brasileiros.