Alemanha contabiliza mais de 11 mil delitos de extrema direita em 2013

  • Por Agencia EFE
  • 07/02/2014 15h23

Berlim, 7 fev (EFE).- A Alemanha registrou no ano passado 11.761 delitos de extrema direita, entre os quais foram contabilizados 574 ataques que deixaram um saldo de 561 feridos, segundo publicou nesta sexta-feira o jornal alemão “Tagesspiegel”.

De acordo com a publicação, a polícia averiguou por este motivo mais de 5.600 suspeitos e efetuou 126 detenções sob acusação de ter cometido delitos relacionados com a extrema direita, embora só tenham sido produzidas 11 sentenças de prisão.

Segundo cálculos do “Tagesspiegel”, baseados em um relatório governamental realizado em resposta às perguntas da deputada da Esquerda, Petra Pau, em 2013 ocorreram 788 crimes por motivos de antissemitismo, incluindo 32 agressões físicas.

Destes casos, 753 estiveram relacionados com movimentos neonazistas, enquanto só um foi protagonizado por membros de organizações extrema esquerda.

Segundo o mesmo meio, o número de membros de agrupamentos neonazistas caiu no último ano, embora os registros sejam de cerca de 22 mil seguidores.

No entanto, este dado tem uma tendência decrescente dos últimos anos, desde que em 2008 foram registrados 30 mil membros filiados aos movimentos inspirados em ideologia neonazista.EFE