American Airlines Group teve prejuízo de US$ 1,8 bi em 2013 devido à fusão

  • Por Agencia EFE
  • 28/01/2014 13h48

Nova York, 28 jan (EFE).- American Airlines Group (AAG) anunciou nesta terça-feira um prejuízo de US$ 1,8 bilhão em 2013, embora o balando negativo se deva a custos extraordinários, no valor de US$ 3,1 bilhões, relacionados com a fusão da companhia com a US Airways.

O resultado incluiu os números combinados da fusão da American Airlines com a US Airways, concluído em 9 de dezembro e que transformou o grupo na maior companhia aérea do mundo.

Excluindo os custos associados com a fusão e outros gastos extraordinários, a companhia teve um lucro líquido de US$ 1,9 bilhão em 2013, quase cinco vezes mais do que os US$ 407 milhões do ano anterior.

A companhia registrou uma receita conjunta de US$ 40,419 bilhões, 4,7% a mais do que em 2012. No último trimestre de 2013, período no qual os analistas financeiros focam suas atenções, o grupo teve um prejuízo de US$ 2 bilhões após incluir um encargo de US$ 2,4 bilhões pela fusão.

Sem isso, o lucro líquido no quarto trimestre foi de US$ 436 milhões, ante um prejuízo de US$ 42 milhões no mesmo período de 2012.

O lucro trimestral por ação foi de US$ 0,59 (os analistas previam US$ 0,55), contra o US$ 0,21 de 2012.

Após apresentar os resultados, as ações da AAG subiam mais de 2% nos primeiros minutos de operações no índice Nasdaq. EFE