Analistas preveem crescimento econômico em 2014 inferior a 2%

  • Por Agencia EFE
  • 27/01/2014 10h28

Brasília, 27 jan (EFE).- Os analistas do mercado financeiro reduziram sua previsão para o crescimento econômico do Brasil neste ano de 2%, índice calculado há uma semana, para 1,91%, segundo o boletim Focus, pesquisa semanal realizada pelo Banco Central e divulgada nesta segunda-feira.

A projeção para o crescimento em 2015 também foi revisada para baixo, de 2,5% para 2,2%.

Os novos indicativos refletem o pessimismo dos analistas em relação à situação econômica do Brasil, já que as projeções tanto para o crescimento de 2014 como de 2015 estão abaixo do 2,3% previsto para 2013.

Após ter registrado uma expansão de 7,5% em 2010, o crescimento da economia brasileira foi de 2,7% em 2011 e de apenas 1% em 2012.

Em relação aos preços, os analistas elevaram sua previsão para a inflação neste ano de 6,01% até 6,02%. A projeção para a inflação em 2015 também foi revisada para mais, de 5,6% até 5,7%.

A projeção indica que as medidas adotadas pelo governo para frear a inflação, principalmente a elevação dos juros, ainda não serão totalmente sentidas e os preços se elevarão ligeiramente.

O país fechou 2013 com uma inflação de 5,91%, taxa acima do esperado pelos analistas, mas que se encontra dentro da meta oficial, que tolera como limite uma alta dos preços até 6,5%.

Os prognósticos dos economistas indicam que tanto em 2014 como em 2015 a inflação estará dentro desse limite estabelecido pelo governo. EFE