Apesar de chuva, reservatórios de São Paulo permanecem estáveis

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2015 10h11

Reserva Jaguari-JacareíCantareira

As precipitações registradas de terça (05) para quarta-feira (06) atingiram todos os seis sistemas administrados pela Sabesp, mas o quadro de crise permanece o mesmo.

Os dois principais reservatórios que abastecem a cidade de São Paulo não apresentaram melhora. Enquanto o Cantareira manteve seu volume real, isto é, sem a cota da reserva técnica, em -9,6%, o Guarapiranga apresentou queda e passou de 81,2% para 81,1%.

Outro sistema que permaneceu com o mesmo volume foi o Alto Tietê, com 22,5%. No entanto, o manancial já recebeu 18,9mm de chuva neste mês, enquanto a média acumulada para maio é de 59,6mm.

Rio Grande apresentou a maior queda entre os reservatórios: 0,4%, chegando a 94,6%.

Apenas dois sistemas tiveram aumento no volume, são eles Alto Cotia, que passou de 65,3% para 65,5%, e Rio Claro, que aumento 0,2% e atingiu 51,4%.