Apoio ao casamento gay nos EUA bate nível recorde de 57%

  • Por Agencia EFE
  • 08/06/2015 21h23

Washington, 8 jun (EFE).- A aprovação do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos bateu um recorde histórico, com 57% favoráveis à união, uma mudança significativa em um país onde há apenas cinco anos havia mais pessoas contra do que a favor do casamento gay, segundo mostrou uma pesquisa publicada nesta segunda-feira pelo instituto Pew Center.

Neste mês a Suprema Corte dos EUA deve divulgar uma decisão-chave sobre o tema, que pode legalizar o casamento gay em todo o país ou manter a autonomia dos estados de decidir a respeito.

Para 72% dos americanos é “inevitável” que o casamento entre pessoas do mesmo sexo seja reconhecido legalmente no país por uma decisão do Supremo, segundo a pesquisa do Pew.

O índice de americanos que apoiam o casamento homossexual, 57%, é o mais alto desde que o centro começou a fazer essa pesquisa em nível nacional, há 20 anos. Há apenas cinco anos os americanos que se opunham à união gay (48%) eram maioria em relação a quem a apoiava (42%).

Essa tendência de alta se confirmou também entre os hispânicos: 56% apoiam o casamento homossexual e 38% se opõem, segundo a pesquisa. O apoio às uniões entre pessoas do mesmo sexo é de 59% entre brancos e 41% entre afro-americanos.

Nacionalmente, 39% dos americanos se opõem ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. A pesquisa identificou a religião como um dos fatores mais importantes que motivam posicionamentos sobre o assunto.

Os protestantes evangélicos brancos são os que mais se opõem ao casamento gay, 70% contra, enquanto a união é apoiada pela maioria dos católicos (56%) e dos protestantes brancos não evangélicos (62%), e por 85% das pessoas que declararam não ter nenhuma afiliação religiosa.

O apoio ao casamento gay também tem um componente geracional: é compartilhado por 73% dos conhecidos como “millenials”, com idade entre 18 e 34 anos.

Esse apoio é de 59% entre que têm entre 35 e 50 anos, de 45% entre quem têm de 51 a 69, e de 39% entre os com mais de 70 anos.

Quanto à ideologia, 65% dos democratas e o mesmo percentual de independentes apoiam o casamento homossexual, inversamente proporcional aos republicanos, entre os quais apenas 34% são favoráveis.

Além disso, 60% dos americanos acreditam que a orientação sexual de uma pessoa gay ou lésbica não pode mudar, e 47% acreditam que as pessoas nascem homossexuais, enquanto 40% acham que ser gay é uma escolha.

O casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal em 36 estados dos EUA e no Distrito de Columbia, onde fica a capital americana.

Os nove juízes do Supremo americano devem responder este mês a duas perguntas fundamentais para a decisão da matéria: “Podem os estados proibir o casamento homossexual?” e “Podem os estados não reconhecer as licenças de casamento entre duas pessoas do mesmo sexo?”.

Para a pesquisa, o Pew entrevistou por telefone 2.002 adultos em todo o país entre 12 e 18 de maio, e a margem de erro é de 2,5 pontos para mais ou para menos. EFE