Após acordo, Deutsche Bank diz que está feliz por ter “encerrado assunto”

  • Por Agencia EFE
  • 25/02/2014 14h23

Frankfurt (Alemanha), 25 fev (EFE).- Depois de ter fechado um acordo para pagar uma indenização de US$ 20 milhões (R$ 47 milhões) para a prefeitura de São Paulo, o Deutsche Bank afirmou hoje que está “alegre por ter encerrado o assunto após ter colaborado amplamente com as autoridades”.

O Deutsche Bank assinou ontem um acordo com a prefeitura de São Paulo e o Ministério Público estadual e pagará este valor aos cofres públicos como indenização por ter movimentado quantias que teriam sido desviadas durante a gestão (1993-1996) Paulo Maluf, atualmente deputado federal pelo PP.

O desvio é referente à construção da avenida Jornalista Roberto Marinho (antigamente chamada Águas Espraiadas).

O banco alemão aceitou pagar um valor correspondente a 10% do valor total (US$ 200 milhões) que a família Maluf teria movimentado na instituição. Por meio do banco alemão, parte do dinheiro foi transferido para contas na Ilha de Jersey, um paraíso fiscal.

Em troca, a ação contra o Deutsche Bank será arquivada. O dinheiro deve entrar na conta da prefeitura em até 60 dias e terá que ser usado para a construção de equipamentos sociais como escolas, creches ou parques. EFE