Após atentado em Nice, Hollande realiza reunião de emergência em Paris

  • Por Jovem Pan/Estadão Conteúdo/EFE
  • 14/07/2016 21h05
François Hollande - Agência EFE

O presidente da França, François Hollande, que estava nesta quinta-feira na cidade de Avignon quando aconteceu o atentado em Nice, viajou a Paris para se somar à célula de crise montada no Ministério do Interior, informou o Palácio do Eliseu, sede da chefia de Estado e do Conselho de Ministros.

Um caminhão atropelou uma multidão de pedestres que participavam das celebrações do Dia da Bastilha em Nice, no sul da França. O ataque aconteceu durante uma queima de fogos em uma avenida da cidade Promenade des Anglais. A administração regional de Alpes-Maritimes, da qual Nice é a capital, confirma a realização do atentado por atropelamento por volta de 22h45.

Segundo o jornal Le Figaro, ao menos 73 pessoas morreram e 100 ficaram feridas. Há relatos de troca de tiros entre os ocupantes do caminhão e a polícia. O Twitter oficial do Ministério do Interior informou que o motorista “foi neutralizado” e que as autoridades investigam se ele agiu sozinho ou contou com cúmplices.

O atentado de Nice ocorre poucas horas após o presidente Hollande anunciar que o estado de exceção vigente desde novembro seria suspenso no próximo dia 26, após o Tour de France.