Após escândalo, Volkswagen perde 1.673 bilhão de euros no terceiro trimestre

  • Por EFE
  • 28/10/2015 10h51
Justiça alemã inicia audiências de mega processo contra a multinacional Volkswagen

A Volkswagen, o primeiro produtor automobilístico da Europa, sofreu no terceiro trimestre uma perda de 1.673 bilhão de euros, frente ao lucro de 2.971 bilhões de euros do mesmo período de 2014, após o escândalo de manipulação de gases poluentes em motores a diesel.

Os resultados do terceiro trimestre coincidem com o escândalo de manipulação de gases poluentes em motores diesel, que foi revelado no final do mês passado de setembro. A VW informou hoje que o resultado do terceiro trimestre teve uma queda contábil pela manipulação de motores diesel de 6,7 bilhões de euros.

“Os números mostram por um lado o forte mérito do consórcio VW e por outro os efeitos da situação atual. Faremos todo o possível para recuperar a confiança perdida”, disse o presidente da junta direção do consórcio, Matthias Müller.

O lucro líquido se reduziu entre janeiro e setembro 54,1%, até 3.990 bilhões de euros, em comparação com os mesmos meses do passado exercício. Além disso, a companhia alemã teve uma perda operacional no terceiro trimestre de 3.479 bilhões de euros, em comparação com o lucro de 3.230 bilhões de euros um ano antes.

O lucro de exploração se reduziu nos três primeiros trimestres do ano 64,5%, até 3.342 bilhões de euros, frente ao mesmo período de 2014.

O faturamento melhorou até setembro 8,5%, até 160.263 milhões de euro.

As vendas no mundo todo caíram nos nove primeiros meses 2,7%, até 7,440 milhões de veículos, pelas dificuldades na Rússia, Brasil e China.