Após massacre, ministro da Justiça embarca para Manaus

  • Por Estadão Conteúdo
  • 02/01/2017 15h09
Brasília - O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, visita o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck para realização de vistoria nas dependências e apresentar o reforço de segurança (Wilson Dias/Agência Brasil)Alexandre de Moraes

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, viaja ainda nesta segunda-feira, 2, para Manaus (AM) para se reunir com o governador do Amazonas, José Melo de Oliveira, e debater a situação dos presídios no Estado. Pelo menos 60 presidiários morreram em rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, entre a tarde de ontem e a manhã desta segunda-feira, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado. 

Nota

Mais cedo, em nota à imprensa, o ministro se colocou à disposição do governador “para tudo o que fosse preciso”. 

A nota cita que foram repassados R$ 44,7 milhões do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) para o Fundo Penitenciário do Amazonas e que parte dos recursos será usada para “sanar os problemas”.