Aprovação de Merkel piora na Alemanha, após ataques no país

  • Por Estadão Conteúdo
  • 05/08/2016 12h20
BRU108 BRUSELAS (BÉLGICA) 29/06/2016.- La canciller alemana, Angela Merkel, da una rueda de prensa tras finalizar la segunda jornada de la reunión del Consejo Europeo en Bruselas (Bélgica) hoy, 29 de junio de 2016. Merkel afirmó hoy que los veintisiete jefes de Estado y de Gobierno que formarán la UE una vez el Reino Unido abandone el club comunitario no consideran necesario cambiar los tratados, sino trabajar mejor con los instrumentos disponibles para conseguir mejor sus objetivos. EFE/Stephanie LecocqChanceler alemã Angela Merkel fala em Bruxelas

Uma pesquisa realizada após uma série de ataques na Alemanha mostra que a aprovação da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, recuou para seu segundo nível mais baixo, neste ano. A sondagem da emissora ARD mostrou 47% dos alemães satisfeitos com o trabalho de Merkel, abaixo dos 59% de um mês antes.

A pesquisa ouviu 1.003 pessoas, por telefone, e tinha margem de erro de 3,1 pontos porcentuais. Em fevereiro, a aprovação de Merkel bateu a mínima neste ano, em 46%.

Entre os pesquisados, 34% se declararam satisfeitos com as políticas de Merkel para refugiados, uma queda de oito pontos porcentuais desde abril. O apoio ao bloco conservador de Merkel manteve-se estável.

Dos dois ataques ocorridos no mês passado na Alemanha foram cometidos por imigrantes que buscavam asilo e foram reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico.