Arábia Saudita corta relações diplomáticas com o Irã

  • Por Agência Estado
  • 03/01/2016 19h29
O líder supremo do Irã, aiatolá Khamenei, faz discurso na TV. 12/6/2009. REUTERS/Caren FirouzO líder supremo do Irã

A Arábia Saudita rompeu relações diplomáticas com o Irã neste domingo, informou o ministro das Relações Estrangeiras saudita, Adel al-Jubeir, após ataques contra a sua embaixada em Teerã.

Todos os membros da missão iraniana na Arábia Saudita têm 48 horas para sair do reino, disse al-Jubeir. “O regime iraniano tem um longo histórico de violações contra missões diplomáticas”, acrescentou.

O anúncio ocorreu um dia depois do governo saudita executar 47 pessoas condenadas por terrorismo. Uma dessas pessoas era o clérigo xiita Nimr al-Nimr, que tinha 56 anos. Ele fazia oposição à dinastia sunita Al-Saud, que comanda no país desde a sua criação, em 1932.

A execução de al-Nimr gerou indignação em líderes xiitas do Irã, enquanto multidões invadiram a embaixada saudita em Teerã. A polícia foi chamada para restaurar a calma e 40 pessoas foram presas, informou o promotor de Teerã Abbas Jafari-Dolatabadi, segundo a agência de notícias estatal. Fonte: Dow Jones Newswires.