Arábia Saudita proíbe venda de jogos de videogame com conteúdo sexual e pagão

  • Por Agencia EFE
  • 27/01/2014 09h28

Riad, 27 jan (EFE).- As autoridades da Arábia Saudita proibiram a venda de jogos de videogames que tenham conteúdos sexual, fazem referência a crenças pagãs ou incitam à violência, informou nesta segunda-feira o jornal local “Al Watan”.

O Ministério de Cultura e Meios de Comunicação já deu ordens para retirar do mercado os jogos de Play Station que se encaixam nesta classificação.

A decisão foi adotada em função das advertências governamentais e de organismos sociais sobre a influência deste tipo de jogos sobre as crianças.

A procura por este tipo de jogos aumentou recentemente entre crianças de diferentes idades no país, coincidindo com uma ampla publicidade na internet e nas próprias lojas.

Entre os jogos proibidos estão “God of War”, “GTA” e “Grand Theft Auto”.

O mercado de videogames na Arábia Saudita movimenta cerca de US$ 200 milhões, sendo que 60% corresponde ao PlayStation. A Arábia Saudita é um reino ultraconservador onde existe segregação de sexos e que é regido por uma versão rigorosa do islamismo. EFE