Argentina recorre ao Supremo dos EUA no litígio com fundos de investimento

  • Por Agencia EFE
  • 18/02/2014 19h22

Buenos Aires, 18 fev (EFE).- A Argentina solicitou nesta terça-feira à Suprema Corte dos Estados Unidos que revise uma decisão adversa em um litígio entabulado por fundos de investimento especulativos por bônus soberanos não pagos desde o final de 2001.

“A Argentina apresentou hoje um pedido perante a Corte Suprema dos Estados Unidos solicitando que revise as decisões errôneas dos tribunais inferiores que proíbem nosso país de efetuar o pagamento dos cupons de dívida em cumprimento”, disse o Ministério da Economia em comunicado.

No dia 23 de agosto do ano passado, a Corte de Apelações do Segundo Circuito de Nova York confirmou uma decisão de primeira instância do juiz Thomas Griesa que obriga a Argentina a pagar US$ 1,3 bilhão aos fundos de investimento querelantes.

A Argentina alega que fazer esse pagamento implicaria em dar um tratamento injusto aos credores de dívida argentina que aceitaram as trocas de 2005 e 2010, com fortes descontos de capital e juros. EFE