Aristocrata vende montanha na Inglaterra para pagar impostos

  • Por Agencia EFE
  • 04/07/2014 16h34

Londres, 4 jul (EFE).- Uma montanha de 868 metros no bucólico Distrito dos Lagos da Inglaterra, posta à venda por um aristocrata necessitado de dinheiro para pagar os impostos de sucessão, foi adquirida por um comprador anônimo, confirmou nesta sexta-feira a imobiliária.

O diretor da H&H Land and Property, John Robson, afirmou que, por ordem do proprietário, será aceita a oferta econômica, que não foi especificada, feita por esse comprador, em detrimento de outra proposta dos moradores da cidade, que foi considerada insuficiente.

O conde de Lonsdale, Hugh Lowther, de 64 anos, pôs à venda há alguns meses por 1,75 milhões de libras (cerca de R$ 6,5 milhões) a montanha conhecida como Blencathra, situada na região de Cúmbria e que pertenceu a sua família durante 400 anos.

Segundo os termos estabelecidos, o comprador terá direito a ostentar um dos títulos de Lowther, o de “O senhor da casa de Threlkeld”, além do escudo de armas que lhe acompanha e os direitos de pastoreio do local.

Ao pôr à venda a colina de 2.676 acres, sobre a qual não se pode construir prédios, o conde disse que tinha que “recuperar capital para pagar impostos de sucessão” após a morte de seu pai em 2006 e assegurou que seu objetivo era manter a maioria de granjas do condado “tão intactas como for possível”.

John Robson, o agente encarregado da venda, descreveu a montanha como “uma das joias da coroa do Lake District” – uma das áreas mais turísticas do Reino Unido – e comparou sua compra com a aquisição de uma obra de arte ou de uma joia.

O conde de Lonsdale, que vive com sua terceira esposa, conta apenas com 18 meses para pagar os impostos de sucessão, que chegam a 9 milhões de libras (R$ 33 milhões). EFE