Ataque do Estado Islâmico mata jornalista curda no Iraque

  • Por Agencia EFE
  • 10/08/2014 09h02

Mossul, 10 ago (EFE).- A jornalista curda Deniz Firat morreu neste fim de semana pelo impacto de uma bomba lançada pelos jihadistas do Estado Islâmico (EI), quando cobria os combates em Majmur, ao sul de Erbil, para uma agência curda.

Segundo informou hoje o site “Rudaw”, Deniz foi atingida no peito pelos estilhaços de um morteiro quando estava com militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) que tinham se deslocado desde suas bases nos montes Qandil para repelir a ofensiva do EI no norte do Iraque.

Deniz trabalhou para diferentes meios de comunicação curdos na frente de batalha em locais como Rojava (no Curdistão sírio), Raiva e outras partes da região. EFE