Ataque templo xiita no norte do Iraque deixa 36 mortos

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/07/2016 13h28
Bombeiros extinguem fogo após atentado com carro-bomba do Estado Islâmico em Bagdá EFE/Ali Abbas Ao menos 24 morrem em atentado no Iraque

Um homens-bomba enviado pelo grupo extremista Estado Islâmico explodiu-se dentro de um templo xiita, ao norte de Bagdá, matando 36 pessoas e ferindo outras 40, afirmaram autoridades militares e do serviço de saúde do país.

A tragédia aconteceu durante os festejos do Eid al-Fitr, que marca o fim do mês do ramadã, período sagrado dos muçulmanos. O local escolhido foi o mausoléu de Sayid Mohammed bin Ali Al-Hadi, filho de um reverenciado imã xiita.

O Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque, em nota publicada por sua agência de notícias, a Amaq. O grupo extremista sunita tem aumentado os atos de terrorismo em meio a derrotas sucessivas que o levaram a perder grandes nacos de território na Síria e no Iraque.