Ataques aéreos atingem Estado Islâmico na Síria após captura de 200 cristãos

  • Por Reuters
  • 26/02/2015 15h12
Aviões estadunidenses a caminho do Iraque para combater o Estado IslâmicoAviões estadunidenses a caminho do Iraque para combater o Estado Islâmico

Uma aliança liderada pelos Estados Unidos lançou ataques aéreos contra o Estado Islâmico nesta quinta-feira em uma área do nordeste da Síria onde agora se estima que os militantes tenham sequestrado pelo menos 200 cristãos assírios nesta semana, informou um grupo que monitora a guerra.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que a ofensiva aérea visou combatentes do Estado Islâmico próximos da cidade de Tel Tamr, onde os radicais capturaram dez vilarejos assírios.

Bassam Ishak, proeminente cristão sírio, declarou à Reuters: “Algumas pessoas tentaram chamá-los por telefone, os parentes que foram raptados, e recebem uma resposta de um membro do Estado Islâmico que lhes diz que irão mandar a cabeça de seu parente”.

O Estado Islâmico já realizou matanças em massa de membros de minorias religiosas e muçulmanos sunitas que não juram lealdade ao autodeclarado “califado” que instalaram em partes da Síria, do Iraque e de outras áreas do mundo árabe.

“Eles estão tentando aterrorizar os pais, os parentes da comunidade cristã assíria”, disse Ishak, presidente do Conselho Nacional Síriaco da Síria.

Na semana passada, seus combatentes apareceram em um vídeo decapitando 21 egípcios cristãos coptas na Líbia, e em agosto o grupo matou ou escravizou centenas de iraquianos da etnia yazidi. A facção já usou reféns como moeda de troca por seus próprios combatentes capturados.

Por Oliver Holmes e Tom Perry