Atentados terroristas deixam dezenas de mortos na Nigéria

  • Por Agencia EFE
  • 02/03/2014 08h44

Johanesburgo, 2 mar (EFE).- Duas explosões deixaram dezenas de mortos neste sábado na cidade de Maiduguri, capital do estado de Borno, no nordeste da Nigéria, segundo testemunhas citadas pelo site do jornal nigeriano “Vanguard”.

A primeira das duas bombas – atribuídas a militantes do grupo terrorista islamita Boko Haram – explodiu em um movimentado negócio dedicado a oferecer aos clientes, em troca de dinheiro, jogos de futebol pela televisão, um tipo de estabelecimento popular na Nigéria.

“Contamos mais de 70 corpos. Alguns foram levados ao hospital mortos ou feridos. Há provavelmente pelo menos 100 mortos”, disse uma testemunha ao site.

A segunda explosão aconteceu minutos depois, quando as equipes de resgate atendiam os feridos, e matou ainda mais pessoas.

Ao mesmo tempo, na cidade de Dugolong, também no estado de Borno, 20 pessoas morreram em um confuso incidente.

A primeira versão aponta para um bombardeio do exército nigeriano, que realiza na área uma operação contra o grupo terrorista Boko Haram, enquanto outras fontes afirmaram ser uma emboscada perpetrada pelos fundamentalistas.

Os radicais de Boko Haram mataram nesta semana a mais de 50 pessoas no nordeste da Nigéria, em um ataque a uma escola do estado de Yobe e em várias ações no vizinho Adamawa.

Adamawa e Yobe são junto com Borno os três estados nos quais o governo da Nigéria declarou estado de emergência no ano passado, com o objetivo da acabar com as atividades do Boko Haram. EFE