Atriz pede 54 mil euros à revista que divulgou suposto romance com Hollande

  • Por Agencia EFE
  • 16/01/2014 15h45

Paris, 16 jan (EFE).- A revista “Closer”, que publicou na sexta-feira passada o suposto romance entre a atriz Julie Gayet e o presidente da França, François Hollande, recebeu nesta quinta-feira uma denúncia na qual a atriz reivindica 54 mil euros por atentar contra sua intimidade.

Gayet exige uma compensação de 50 mil euros por danos e prejuízos, mais 4 mil euros pelas despesas judiciais do processo, assim como uma retratação na capa da revista, segundo informaram meios de comunicação locais.

Por sua parte, a “Closer” anunciou que amanhã, sexta-feira, publicará um novo número especial sobre o suposto romance entre a atriz, de 41 anos, e Hollande, de 59.

A revista, que publica semanalmente 150 mil exemplares a um preço de 1,5 euro, já vendeu 330 mil e seus editores não descartam conseguir os 600 mil números.

Na sexta-feira passada, quando saiu a polêmica reportagem com as fotos da atriz e quem se supõe ser Hollande, oculto por um capacete de moto, grande parte das bancas parisienses ficaram sem exemplares antes do meio-dia.

Alguns sites de comércio eletrônico ofereciam a cobiçada revista por 10 euros, ou seja, seis vezes mais cara.

Na internet, o site da revista registrou nesse dia cerca de 1,4 milhões de visitas únicas, o que representa multiplicar por oito sua audiência habitual.

Segundo a revista “Le Point”, a “Closer” pagou 30 mil euros ao paparazzi pela foto exclusiva. EFE