Aumento da prescrição de ritalina incentiva uso indiscriminado da droga

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2014 11h30

O aumento da prescrição de ritalina no Brasil incentiva uso indiscriminado da droga recomendada apenas para quem tem déficit de atenção e hiperatividade. O metilfenidato é um medicamento tarja preta vendido com receita especial.

A estimativa mostra que, atualmente, 60% do consumo é feito de forma ilícita com objetivo de estimular o desempenho intelectual. Em entrevista ao repórter Thiago Uberreich, o toxicologista Anthony Wong destacou que o uso indiscriminado traz danos à saúde e provoca dependência.

*Ouça os detalhes no áudio

De acordo com Anthony Wong, o uso indiscriminado da ritalina pode causar paranóia, alucinações e deixa a pessoa mais violenta. O psiquiatra da infância do Hospital das Clínicas, Ênio Roberto de Andrade, explicou que o medicamento é recomendado principalmente para crianças.

Andrade lembrou ainda que a ritalina é cada vez mais prescrita pelos médicos. Um estudo da UERJ indica que em dez anos o consumo da droga no Brasil aumentou setecentos e setenta e cinco por cento.