Autoridades suspendem alerta por “pacote suspeito” em Ministério australiano

  • Por Agencia EFE
  • 16/12/2014 04h47

Sydney (Austrália), 16 dez (EFE).- As autoridades da Austrália consideraram “segura” uma mochila abandonada nesta terça-feira na cantina do Ministério das Relações Exteriores e Comércio em Canberra, a capital do país, e que obrigou a evacuação do edifício governamental.

Uma equipe do esquadrão antibombas da polícia do Território da Capital Australiana (distrito federal) analisou o “pacote” e informou através do Twitter que o mesmo era seguro e não continha uma bomba em seu interior.

Mais cedo, todos os funcionários do edifício foram evacuados como “medida de precaução”.

As autoridades estabeleceram um perímetro de segurança e interromperam várias estradas da capital australiana.

O país está em estado de alerta após o sequestro de 17 pessoas ontem em uma cafeteria de Sydney, que terminou com a morte de três indivíduos, dois reféns e o sequestrador, e seis feridos, três deles por disparos.

Após 17 horas de sequestro, a polícia invadiu o local, supostamente após ouvir disparos, e abateu o sequestrador. No entanto, até o momento as autoridades não ofereceram detalhes do ocorrido no interior da “Lindt Chocolate Café”.

Os oficiais identificaram o sequestrador como Man Haron Monis, um radical iraniano que chegou à Austrália em 1996 e obteve asilo político. EFE