Autoridades turcas pedem asilo a países aliados, diz Otan

  • Por Estadão Conteúdo
  • 18/11/2016 15h26
Turquia

A direção da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) afirmou nesta sexta-feira (18) que oficiais turcos que serviam junto à entidade pediram asilo político aos países integrantes em meio ao expurgo pelo qual passa o país após a tentativa fracassada de golpe, em julho.

Segundo o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, os pedidos de asilo são uma questão que cabe ser analisada pelos governos nacionais, e não à organização. Stoltenberg irá viajar à Istambul no domingo, quando deve se encontrar com dirigentes locais.

“Alguns oficiais que trabalham na estrutura de comando da Otan pediram asilos nos países onde trabalham”, disse o secretário-geral”. Sem dar o número de pedidos, ele reiterou a “grande importância” da Turquia para a aliança e afirmou esperar que o país continue dentro da Otan. 

Uma autoridade turca, no entanto, afirmou que a maioria dos pedidos foram feitos na Alemanha.

Desde a tentativa fracassada de golpe na Turquia, em julho, o governo do presidente Recep Tayyp Erdogan prendeu milhares de soldados e militares de patentes mais altas.