Autorização de obra de interligação do Paraíba do Sul ao Cantereira deve levar um ano

  • Por Jovem Pan
  • 25/03/2014 10h43

O governo de São Paulo espera licitar a obra de interligação do Paraíba do Sul ao Sistema Cantareira dentro de 4 meses. No entanto, ambientalistas avaliam que a autorização dos órgãos competentes deverá demorar mais de um ano.

O projeto prevê que as represas Atibainha e Jaguari sejam ligadas por um bombeamento de “mão dupla”. A questão causou polêmica porque o Jaguari é afluente do rio Paraíba, que abastece 11 milhões de pessoas na região metropolitana do Rio.

O governador Sérgio Cabral ameaça ir à Justiça para impedir a obra que, na visão dele, vai prejudicar o abastecimento em seu estado. Já o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirma que quem faz transposição do Paraíba do Sul é o Rio de Janeiro que, segundo ele, não terá prejuízo.

*Ouça os detalhes no áudio

Alckmin destaca que “cada vez mais as mudanças climáticas estão tornando os ciclos irregulares”. O diretor executivo da Agência de Bacia do Paraíba do Sul, André Marques, explicou ao repórter Thiago Uberreich que a aprovação da obra é demorada.

Marques, lembra que um rio é considerado federal quando corta, ao menos, dois estados. O nível do Sistema Cantareira está em 14,5%, o mais baixo da história.