Avalanche humana durante ação de caridade em Bangladesh mata 17 pessoas

  • Por Agencia EFE
  • 10/07/2015 03h46

Daca, 10 jul (EFE).- Ao menos 17 pessoas morreram e outras 25 ficaram feridas em uma avalanche humana ocorrida nesta sexta-feira durante uma ação de caridade organizada por um empresário no norte de Bangladesh devido ao mês sagrado muçulmano do Ramadã, informou à Agência Efe uma fonte oficial.

A tragédia ocorreu por volta das 5h locais (20h de quinta-feira em Brasília) na residência do proprietário de uma tabacaria de Mymensingh, cidade a 132 quilômetros ao norte de Daca, explicou o superintendente da polícia na região, Moinul Haq.

“Contamos 17 corpos, mas é possível que o número de mortos ainda seja maior. Há cinco feridos internados em hospitais e outras 20 pessoas que receberam primeiros socorros aqui mesmo”, disse Haq.

De acordo com o superintendente, um grupo numeroso de pessoas tinha se reunido depois do “sehri”, almoço anterior ao jejum durante o mês sagrado do Ramadã, para ganhar roupas distribuídas pelo empresário, uma caridade da qual estão obrigados todos os muçulmanos com capacidade de fazer doações.

“A rua era muito estreita e a porta de acesso à casa do empresário estava parcialmente bloqueada. As pessoas se avançaram em direção ao local e assim ocorreu a tragédia”, explicou Haq.

As autoridades prenderam sete pessoas, incluindo o empresário responsável pela caridade, Shamin Talukder, segundo uma fonte policial citada pelo portal “Bdnews 24”.

As avalanches humanas são frequentes no sul da Ásia, onde ocorrem muitas concentrações maciças de pessoas, especialmente durante a realização de eventos festivos religiosos. EFE