Avaliações de que país pode enfrentar racionamento são “políticas”, diz diretor da ONS

  • Por Jovem Pan
  • 20/05/2014 15h48

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico, Hermes Chipp, classificou como “políticas” as avaliações de que o páis poderá enfrentar racionamento ainda este ano. Chipp voltou a descartar os problemas no abastecimento, mesmo com a falta de chuvas.

Apesar disso, o diretor admitiu que comandar o setor no Brasil está cada vez mais difícil, citou a escassez nos reservatórios e o maior custo com o acionamento das térmicas. Segundo ele, a solução é o investimento nas fontes alternativas, algo ainda distante no país.

Hermes Chipp e outros especialista do setor elétrico participam de um seminário promovido pela Fiesp e pela Firjan em São Paulo.