Baixa popularidade de Hollande se mantém estável após suposto romance

  • Por Agencia EFE
  • 16/01/2014 09h46

Paris, 16 jan (EFE).- A pouca popularidade da qual goza o presidente da França, François Hollande, não se viu afetada com a revelação de sua suposta relação com a atriz Julie Gayet, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira pela rede de televisão “iTélé”.

O chefe de Estado francês mantém em janeiro uma cota de aprovação de 17%, da mesma forma que em dezembro, segundo uma pesquisa realizada entre os dias 10 e 13 de janeiro pela internet com 1.035 pessoas.

Precisamente no dia 10 de janeiro a revista “Closer” publicou uma ampla reportagem fotográfica na qual revela um suposto romance entre Hollande, de 59 anos, e Gayet, de 41.

Entre os indagados, 3% têm uma ótima opinião sobre o chefe do Estado, ao qual se somam 14% que têm uma boa opinião.

No entanto, 28% disseram ser desfavoráveis e 46% consideram péssimo o trabalho realizado pelo presidente de Hollande, que ganhou as eleições frente ao conservador Nicolas Sarkozy em maio de 2012 com 51,64% dos votos.

Os assuntos que mais preocupam os franceses, sempre segundo a mesma pesquisa, são o desemprego (38%), os impostos (12%), a imigração (11%), a proteção social (10%) e a dívida (9%). EFE