Banco Interamericano de Desenvolvimento vê situação política difícil no Brasil

  • Por Agência Estado
  • 10/10/2015 18h11
Vista de moedas. (Rio de Janeiro, RJ, 24.02.2014. Foto de Marcelo Fonseca/Folhapress)Dinheiro moeda nota economia

Os problemas políticos no Brasil são difíceis, mas a crise atual não é a primeira e não será a última, disse a jornalistas neste sábado o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, após participar de uma sessão conjunta do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Fórum Econômico Mundial em Lima, que também teve a participação do ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

“O Brasil está passando por um ajuste fiscal e é difícil. Mas não é a primeira vez e não será a última. Estamos vendo a mudança de ciclo”, afirmou Moreno, na rápida conversa. Ele disse que conhece bem Levy, por ter trabalhado com o ministro no BID, e acredita em seu trabalho. Levy preferiu não falar com a imprensa após o encontro.

“Não há dúvida de que os problemas políticos são difíceis”, disse Moreno, ao ser questionado sobre a situação atual em Brasília.