Barril do Texas fecha em alta de 1,80%

  • Por Agencia EFE
  • 22/01/2014 19h06

Nova York, 22 jan (EFE).- O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quarta-feira em alta de 1,80%, cotado a US$ 96,73 por barril, o maior número deste ano, após outra boa jornada devido à confiança no aumento da demanda e a abertura de um grande oleoduto nos Estados Unidos.

No fechamento do segundo pregão da semana na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) – segunda-feira foi feriado nos Estados Unidos, os contratos de futuros para entrega em fevereiro, os de mais próximo vencimento, subiram US$ 1,76 em relação ao fechamento de segunda-feira.

O barril do Texas manteve hoje o impulso de ontem que começou com diferentes dados de organismos econômicos internacionais.

Por uma parte, o Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou suas previsões econômicas para 2014 tanto para o conjunto da economia mundial como para algumas das principais economias (EUA, China e Japão, por exemplo).

Além disso, a Agência Internacional de Energia destacou em seu relatório mensal que confia em um aumento da demanda mundial de petróleo durante este anos graças à recuperação da economia global.

Nos Estados Unidos, o setor se encorajou com a abertura hoje de um trecho do oleoduto Keystone XL, que por enquanto envia petróleo de Oklahoma até o Texas.

O projeto inclui um longo trecho do Canadá até Oklahoma, que ainda não recebeu o sinal verde das autoridades.

Hoje os contratos de gasolina para entrega em fevereiro subiram US$ 0,05 e fecharam a US$ 2,67 o galão (3,78 litros), enquanto os de gasóleo de calefação aumentaram US$ 0,02 e encerraram o dia em US$ 3,03 o galão.

Já os contratos de gás natural para entrega em fevereiro dispararam US$ 0,25, e fecharam em US$ 4,68 para cada mil pés cúbicos. EFE