Blogueiro crítico ao extremismo em Bangladesh é assassinado a facadas

  • Por Agencia EFE
  • 30/03/2015 05h49

Daca, 30 mar (EFE).- Um blogueiro de Bangladesh crítico ao extremismo islâmico foi assassinado nesta segunda-feira a facadas em Daca, o segundo ataque deste tipo em apenas um mês no país asiático, informou à Agência Efe a polícia.

A vítima, Washiqur Rahman Babu, de 27 anos de idade, foi agredida por três indivíduos por volta das 10h30 (local, 2h30 em Brasília) em Begunbari, no bairro industrial de Tejgaon, disse o vice-comissário da polícia, Biplob Kumar Sarkar.

“Ele foi atacado por três pessoas e conseguimos prender duas. Achamos que o ataque se deve à vítima ser crítica com os círculos extremistas (religiosos)”, explicou Sarkar.

Em 26 de fevereiro o escritor e blogueiro laico americano de origem bangladechiana Avijit Roy foi morto a machadadas.

O assassinato de Roy, atacado junto de sua esposa quando saía da Feira do Livro de Daca, sacudiu as entranhas da classe intelectual e liberal de Bangladesh, um país de maioria muçulmana no qual prevalece uma interpretação moderada do islã.

O FBI está ajudando as autoridades de Bangladesh a esclarecer este crime, pelo qual o principal detido é o blogueiro islamita “Farabi” Shafiur Rehman, acusado de instigar o crime, embora a polícia não o considere o autor material.

A discussão entre representantes das alas islamita e laica de Bangladesh são frequentes nas rodas intelectuais do país e na internet, mas algumas vezes ultrapassam este espaço.

Em 2013 a Praça de Shahbag de Daca se transformou em ícone de um movimento de protesto secular que pedia a forca para os líderes do partido islamita Jamaat-e-Islami (JI). A este movimento se somaram ativamente muitos blogueiros.

O JI se alinhou em 1971 com o regime paquistanês para evitar a secessão de Bangladesh, e há dois anos um tribunal de crimes de guerra determinou várias sentenças, muitas delas de morte e algumas já executadas, em relação às ações cometidas nesse conflito. EFE