BNDES vai abrir créditos às Santas Casas de todo o Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2014 09h19

O BNDES vai abrir linha de crédito às Santas Casas de todo o país para instituições cobrirem dívidas bancárias. O empréstimo a ser pago em 10 anos com carência de 6 meses aguarda apenas a assinatura do Ministro da Saúde para entrar em vigor.

No país, das 2100 unidades estima-se que 60% vão pegar o empréstimo com spread de 2% a 4%. O presidente da Confederação Nacional das Misericórdias, Edson Rogatti, explicou a Renata Perobelli como a tabela do SUS prejudicou essas entidades.

*Ouça os detalhes no áudio

Há 4 meses, a Santa Casa de São Paulo fechou as portas do Pronto-Socorro pela falta total de insumos básicos como ataduras, álcool e remédios. Com a troca da administração, o novo Superintendente, Irineu Massaia, busca equacionar os rombos nas contas que superam os R$ 450 milhões.

Até o final do mês, o Secretário Estadual da Saúde David Uip divulgará os resultados da segunda auditoria com as contas da Santa Casa paulistana. O empréstimo do BNDES não tem risco de calote porque os descontos sairão automaticamente do repasse mensal do Ministério da Saúde.