Bombardeios e ataques no oeste do Iraque deixam 28 mortos

  • Por Agencia EFE
  • 30/08/2015 18h00

Bagdá, 30 ago (EFE).- Pelo menos 28 pessoas, entre elas 13 membros das forças de segurança, morreram e outras 32 ficaram feridas em bombardeios e ataques aéreos neste domingo na província de Al Anbar, no oeste do Iraque.

Sete soldados morreram e 13 ficaram feridos após a explosão de seis bombas plantadas por extremistas do grupo Estado Islâmico (EI) em uma estrada que une a região de Al Baghdadi e a base de Ain al Assad, no oeste da cidade de Ramadi, capital da província.

Além disso, quatro soldados e dois policiais iraquianos morreram após a explosão de um carro-bomba conduzido por um suicida na região de Al Amiriya, no leste da cidade de Al Haditha, a 170 quilômetros de Ramadi, que também deixou dez pessoas feridas.

Uma fonte de segurança disse à Agência Efe que sete combatentes do EI morreram e quatro acabaram feridos em um bombardeio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos contra uma fábrica de carros-bomba na aldeia de Al Asriya, ao oeste da capital de Al Anbar.

Outros oito jihadistas morreram e cinco estão feridos após uma ofensiva área do Exército iraquiano contra uma instalação do EI na região de Al Sayer, ao nordeste de Faluja, a 50 quilômetros de Badgá.

As autoridades iraquianas estão concentrando os esforços em recuperar totalmente o controle da província de Al Anbar, especialmente da capital, Ramadi, tomada pelo EI em maio. EFE