Bovespa recua 0,70% e termina dezembro com perda de quase 4%

  • Por Agência Estado
  • 30/12/2015 19h16

Petrobras aumenta perdas da Bovespa

Sede da Bovespa (SP)

A Bovespa operou em queda durante todo o último pregão de 2015, influenciado pelo giro fraco, pelo recuo das bolsas internacionais e também de commodities como o petróleo e pelo mau humor com o Brasil. A alta do dólar, por outro lado, favoreceu papéis de exportadoras, como a Vale, que hoje subiu ainda ajudada pelo avanço do preço do minério de ferro. 

A Bolsa paulista fechou em baixa de 0,70%, aos 43.349,96 pontos. Foi a terceira sessão seguida de perdas, período no qual caiu 1,51%, o correspondente ao acumulado da semana. Na mínima desta quarta-feira, 30, marcou 43.217 pontos (-1%) e, na máxima, 43 662 pontos (+0,02%). No mês, caiu 3,92% – em novembro a Bolsa também cedeu (-1,6%). 

Em todo o ano de 2015, as perdas atingiram 13,31%. Em 2014, a Bolsa brasileira já havia perdido 2,91% e, em 2013, 15,50%. Neste três anos em que recuou, a Bovespa acumulou retração de 28,87%. 

O giro financeiro foi fraco o dia todo, com projeção de R$ 2,8 bilhões em boa parte do dia. Acabou ficando em R$ 4,885 bilhões, inflado no final, como esperado, pelos ajustes de posições dos fundos passivos à nova carteira teórica do Ibovespa, que passa a vigorar na próxima segunda-feira. 

Favorecidas pelo dólar e pelo avanço do preço do minério de ferro na China, Vale ON subiu 2,44% e Vale PNA, 1,28%. O preço do minério de ferro subiu 2,7%, indo a US$ 42,5 a tonelada seca no mercado à vista. Outras exportadoras, como Fibria ON (+2,94%) e Suzano PNA (+2,64%), também subiram. 

Petrobras ON ficou estável e a PN subiu 0,15%, depois de um dia todo no vermelho pressionadas pelo recuo do petróleo. Em 2015, as ações recuaram, nesta ordem, 10,64% e 33,13%. Na Nymex, o contrato para fevereiro caiu 3,35%, a US$ 36,60 o barril. 

O noticiário desta quarta-feira foi esvaziado e os investidores apenas administraram o tempo até o fechamento da sessão. A entrevista do secretário interino do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira, para explicar o pagamento das pedaladas fiscais ainda em 2015 não fez preço. 

No exterior, nesta quarta, as bolsas também operaram em queda e, nos EUA, os principais índices acionários se encaminham para um fechamento ao redor de 0,4%. Às 18h21, o Dow Jones perdia 0,31%, o S&P, 0,35%, e o Nasdaq, 0,37%.