Brasil e EUA confirmam compromisso de combater a desnutrição em Honduras

  • Por Agencia EFE
  • 07/10/2014 23h54

Tegucigalpa, 7 out (EFE).- Os governos do Brasil e dos Estados Unidos ratificaram nesta terça-feira em Tegucigalpa o compromisso de combater a desnutrição em Honduras, informou a Secretaria de Agricultura e Pecuária (SAG) do país centro-americano.

O acordo foi confirmado em uma reunião entre representantes dos três países na capiptal hondurenha, onde também discutiram sobre o desenvolvimento de energia renovável.

A cooperação entre os três países se baseia em um plano para melhorar a coordenação e a eficiência do desenvolvimento com um enfoque inovador de apoio a nações que enfrentam problemas de insegurança alimentícia e desafios de pobreza, indicou a SAG em comunicado.

A união também se concentra em identificar, avaliar e facilitar investimentos em aplicações de energia renovável a 10 mil residências rurais que vivem na pobreza, de 2013 a 2015.

“Até o momento, mais de 3.800 famílias foram beneficiadas no oeste e no sul do país”, acrescentou a SAG.

Como representantes do Brasil, participaram da reunião o embaixador em Honduras, Zenik Krawctschuk; o coordenador da Agência Brasileira de Cooperação, Yuri Wolfsi de Sousa; o coordenador internacional, José Amauri Buso, e o presidente da Rede Nacional de Organizações para as Energias Renováveis, Fabio Rosa.

Pelos Estados Unidos, estiveram, entre outros, a diretora da missão da Agência Americana para o Desenvolvimento Internacional (USAID/Brasil), Ana Paula Méndez; o diretor da USAID/Honduras, Lawrence Hardy, e o titular do mesmo órgão para o Crescimento Econômico, Terry Miller.

O governo de Honduras foi representado pelo vice-ministro de Agricultura, Moisés Molina, e pelo diretor do Instituto de Desenvolvimento Comunitário de Água e Saneamento, Mario Pineda, entre outros. EFE