Brasil registra pior déficit em conta corrente para janeiro

  • Por Agencia EFE
  • 21/02/2014 13h23

São Paulo, 21 fev (EFE).- O Brasil registrou no mês de janeiro um déficit em sua conta corrente de US$ 11,6 bilhões, o pior resultado da história para dito período, informou nesta sexta-feira o Banco Central.

O saldo negativo da conta corrente, que mede as transações do Brasil com o exterior, foi 2,1% superior ao alcançado em janeiro de 2013, segundo um comunicado da entidade.

Em acumulado nos últimos 12 meses, o déficit da conta corrente, que inclui o fluxo de transações internacionais relativas ao comércio, serviços, rendas e transferências unilaterais, foi de US$ 81,6 bilhões, equivalente a 3,67% do PIB.

O investimento estrangeiro direto (IED), que foi de US$ 5,1 bilhões, apenas conseguiu financiar uma parte de seu déficit por conta corrente.

A deterioração do resultado das contas externas do país foi provocado principalmente pelo mau desempenho da balança comercial (exportações e importações), que registrou um déficit de US$ 4,057 bilhões, o pior resultado para o primeiro mês do ano desde 1994, quando começaram os registros.

A balança do item serviços, que leva em conta as viagens internacionais, transportes, aluguel de equipes e seguros, somou um déficit de US$ 3,4 bilhões, número 8,1% inferior ao registrado no mesmo mês de janeiro de 2013.

As despesas dos brasileiros em viagens no exterior no primeiro mês do ano alcançaram US$ 2,1 bilhões, enquanto os turistas estrangeiros deixaram no Brasil US$ 643 milhões.

As remessas líquidas de renda para o exterior somaram US$ 43,3 bilhões em janeiro, 13% a mais em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

O Banco Central também informou que as reservas internacionais, em conceito de liquidez, totalizaram US$ 375,5 bilhões no mês de dezembro, uma redução de US$ 332 milhões com relação ao mês de novembro. EFE