176 vítimas do rompimento da barragem em Brumadinho são identificadas

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2019 22h15 - Atualizado em 21/02/2019 22h16
Antonio Lacerda/EFEBombeiros fazem buscas e resgates em Brumadinho

Um novo boletim divulgado pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais nesta quinta-feira (21), indica que 176 corpos de vítimas do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, foram localizados e identificados pelo Instituto Médico Legal.

Segundo informações do governo de Minas Gerais, 134 pessoas seguem desaparecidas, sendo 31 funcionários da mineradora Vale e 103 trabalhadores terceirizados e moradores da região atingida pela tragédia.

Desde a última quarta, uma equipe do Corpo de Bombeiros está fazendo buscas na área onde funcionava o almoxarifado da Vale. No local foi encontrado um corpo, removido para o IML para identificação.

O almoxarifado foi identificado pelo cruzamento de dados, de localizações georreferenciadas e de indicações do terreno. As buscas na área do almoxarifado se desenvolveram durante esta quinta e continuarão nesta sexta, segundo o Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros trabalha em sete frentes de buscas na área da barragem que se rompeu no último dia 25 de janeiro. Nesta fase de escavações, o trabalho é mais difícil porque a lama está muito profunda. A corporação mineira atua com apoio de militares de outros estados.

Com informações de Agência Brasil