62% da população brasileira afirma que não entrará em um avião nos próximos nove meses

Estudo da empresa Criteo mostra que brasileiros preferem esperar até voltar a utilizar o meio de transporte

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2020 09h28 - Atualizado em 08/07/2020 09h43
PixabayPopulação não pretende voltar imediatamente a viajar de avião

Uma pesquisa aponta que 38% da população brasileira irá esperar no mínimo nove meses para voltar a entrar em um avião, apesar da reabertura dos aeroportos. Outros 24% irão esperar ainda mais para voltar a usar o meio de transporte. O levantamento, coordenado pela empresa Criteo, destaca que os brasileiros estão optando por viagens mais curtas, de um dia ou um fim de semana, diante do isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus.

O tempo de espera diminui em relação aos shoppings centers. Ainda de acordo com o estudo, 40% dos brasileiros afirmaram que voltariam a frequentar os espaços de compra daqui a dois meses, enquanto 27% apontam que demorará de três a cinco meses. Cerca de 18% acreditam que o processo vai levar de seis a nove meses e 16% apenas passados nove meses.

Na cidade de São Paulo, os shoppings funcionam com horário e capacidade reduzidos desde o dia 11 de junho. O estudo, porém, aponta que apenas 15% da população está disposta a frequentar os locais de compra imediatamente — fortalecendo ainda mais o comércio online, que cresceu no Brasil durante o período de isolamento social e promete continuar em alta mesmo após o fim da quarentena. Em maio deste ano, o faturamento com as vendas online subiu 130%, em comparação com o mesmo mês de 2019, segundo um monitoramento da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico em parceria com o Movimento Compre & Confie.