‘A esquizofrenia não me impediu de viver os meus sonhos’, diz músico que dividiu estúdio com Nando Reis

Em conversa com o podcast 45 Do primeiro tempo, Allyson Mariano, de 36 anos, conta a sua história e diz que arte lhe ajuda a derrubar preconceitos em torno do transtorno

  • Por Conteúdo Patrocinado
  • 05/07/2021 14h35
Reprodução/Jovem PanO músico Allyson Mariano dá entrevista a Patrick Santos no podcast 45 Do primeiro tempo

Apesar de alguns avanços, doenças mentais ainda são encaradas com preconceito e discriminação por boa parte da população, como é o caso da esquizofrenia, transtorno que atinge 1,6 milhão de brasileiros. Este foi o tema com Allyson Mariano do podcast 45 Do primeiro tempo, da Jovem Pan, que semanalmente traz episódios sobre propósito de vida, transição de carreira e superação. Em conversa com Patrick Santos, jornalista e apresentador do podcast, o músico de 36 anos disse que sofre com a esquizofrenia desde os 5. “Eu tinha alguns sintomas característicos, e desde muito cedo fui sendo separado e reprimido de alguma forma”, ressalta. Ele conta que foi com os livros, a música e nas palavras escritas que buscou um conforto e tranquilidade para tocar a vida. Allyson conta que o diagnóstico correto do transtorno que sofria só veio aos 27 anos. “Quando descobri de fato o que tinha, a qualidade da minha vida mudou consideravelmente. Comecei o tratamento, a ajustar os remédios, até chegar a um equilíbrio”, conta.

Allyson Mariano integra a campanha “Ouçam Nossas Vozes”, iniciativa da Janssen Brasil. A ideia é dissipar os mitos em torno da doença, como a crença de que os pacientes com esquizofrenia são incapazes de trabalhar ou viver com autonomia. Em torno desse tabu se cria um ambiente de exclusão, o que acaba silenciando histórias de inúmeros pacientes que mantêm a doença sob controle e, desta maneira, podem desenvolver todo o seu potencial, como é o caso dele. “Hoje a minha busca é por colaborar por dias melhores e deixar um legado que possa ajudar outras pessoas”, explica. A música da campanha foi composta por Allyson e tem arranjo de Nando Reis, além da participação do ator Babu Santana, da YouTuber Hana Khalil, de profissionais da saúde, de representantes de pacientes e cuidadores, todos engrossando o coro contra o preconceito.

PODCAST 45 DO PRIMEIRO TEMPO

O podcast 45 Do primeiro tempo é apresentado pelo jornalista e escritor Patrick Santos, que durante anos foi gerente de jornalismo do Grupo Jovem Pan. Em agosto de 2018, decidiu tirar um período sabático para encontrar mais equilíbrio entre vida e carreira. No podcast, Patrick Santos traz semanalmente convidados para contar suas histórias sobre reinvenção e propósito. Já estiveram no programa nomes como Amyr Klink, Monja Coen, Oscar Schmidt, Tony Bellotto, Marcelo Gleiser, Celso Loducca, Lucia Helena Galvão, Carlos Burle, entre tantos outros convidados. Já são 110 episódios disponíveis em todas as plataformas digitais.