Abílio Diniz e ex-presidente da BRF são indiciados pela PF por quatro crimes

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2018 13h48
Reprodução/Site OficialEntre os executivos da BRF indiciados, está o ex-presidente da empresa Pedro Faria, que chegou a ser preso no início de 2018

O empresário e ex-presidente do Conselho de Administração da BRF, Abílio Diniz, foi indiciado junto de outros ex-diretores da empresa, pela Polícia Federal, por organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica e crime contra a saúde pública. Os indiciamentos aparecem no relatório final da Operação Trapaça, a segunda fase da operação Carne Fraca.

Entre os executivos da BRF indiciados, está o ex-presidente da empresa Pedro Faria, que chegou a ser preso no início de 2018.

Assinado pelo delegado Maurício Mascardi Grillo, o relatório elenca três provas sobre as fraude. Confira:

– a adulteração dolosa na composição das fórmulas de rações e premix (usado como suplemento vitamínico e mineral em rações produzidas pela empresa), com o uso em processo industrial de elementos proibidos em território nacional e a detecção de resíduos tóxicos de potencial cancerígeno em produtos da BRF

– a venda em dez estados de, produtos com a bactéria Salmonella Typhimurium, ocultando o fato do Ministério da Agricultura

– fraudes laboratoriais para alterar os resultados de análises microbiológicas