Acareação entre Costa e Youssef não esclarece contradições; advogados negam tensão

  • Por Jovem Pan
  • 23/06/2015 18h43

Ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e doleiro Alberto Youssef são condenados pelo Ministério Público na Operação Lava Jato

Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef são condenados pelo Ministério Público na Operação Lava Jato

A audiência de acareação em Curitiba, entre Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef, não esclareceu as contradições expostas nos depoimentos anteriores do doleiro e do ex-diretor da Petrobras. A acareação durou cerca de oito horas.

A dupla ficou frente à frente desde o início das investigações por desvio de recursos e corrupção na estatal. O executivo garantiu ter autorizado Youssef a fazer contribuições para as campanhas de Roseana Sarney e Humberto Costa, em 2010.

Mas o doleiro destacou não ter repassado qualquer valor aos dois políticos e cogitou uma confusão por parte de Paulo Roberto Costa. Os advogados dos dois réus garantiram a inexistência de tensão durante todo o processo, exceto em momentos de troca de farpas educadamente.