ACM Neto nega fusão do DEM com PSDB e PSD para 2022

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 10h38
Flickr/Palácio do PlanaltoEle afirmou que DEM caminha para construir um novo Brasil

O presidente do partido Democratas (DEM) e prefeito de Salvador, ACM Neto, negou que esteja estudando, ao lado do PSDB e do PSD, uma possível união das três siglas para disputar as eleições de 2022.  Em nota oficial emitida nesta quinta-feira (22), ele afirmou que “não participou de nenhuma conversa sobre fusão partidária” e que o DEM quer se tornar o partido que vai reconstruir o Brasil.

“Não participei de nenhuma conversa sobre fusão partidária com o PSDB e o PSD. A prioridade absoluta do Democratas é consolidar o seu caminho de crescimento, se mantendo como o partido que vai conduzir a agenda de construção de um novo país”, diz a nota.

A suspeita era de que os partidos se unissem para as próximas 2022, que reúne a disputa de muitos cargos importantes, como a Presidência da República, os governos, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal.

“Lamento que existam tantas especulações infundadas, na imprensa, sobre esse tema. Gostaria de saber a quem interessam essas especulações que são disseminadas mesmo com a firme negativa dos dirigentes partidários do DEM”, continua ACM Neto em comunicado.

Em entrevista ao UOL, um tucano, não identificado pela reportagem, disse que Gilberto Kassab, presidente do PSD, era o “principal empecilho” ao projeto, mas que havia mudado de ideia. O político teria dito, ainda, que a ideia é “ter tudo concretizado até 2021 para dar tempo de participar com o novo partido das eleições em 2022.”

Também ao site, Kassab confirmou que foi procurado para a possível fusão e se disse aberto ao diálogo.