Acusações absurdas se sustentam apenas em delações, diz defesa de Cunha

  • Por Estadão Conteúdo
  • 14/09/2017 18h47
Eduardo Cunha anuncia rompimento com o Governo Federal. E o microfone "vermelhinho" JP registra mais um momento da política brasileira.Em nota curta, o advogado Delio Lins e Silva, que defende Cunha, comentou a denúncia feita pela Procuradoria Geral da República

A defesa do ex-deputado Eduardo Cunha, que está preso em Curitiba, afirmou que irá provar que as acusações contra ele não se sustentem. Em nota curta, o advogado Delio Lins e Silva, que defende Cunha, comentou a denúncia feita pela Procuradoria Geral da República.

“Sobre a nova denúncia oferecida pela PGR, a defesa de Eduardo Cunha tem a dizer que provará no processo o absurdo das acusações postas, as quais se sustentam basicamente nas palavras de um reincidente em delações que, diferentemente dele, se propôs a falar tudo o que o Ministério Público queria ouvir para fechar o acordo de colaboração”, diz.