Publicitária diz ter sido agredida em restaurante de luxo do Jockey Club de São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2020 19h00 - Atualizado em 15/01/2020 19h33
Reprodução/YouTube/InstagramA publicitária Milka Borges disse ter sido agredida pela modelo Fernanda Bonito no restaurante Iulia, em São Paulo

Milka Borges da Silva, de 33 anos, divulgou um vídeo nas redes sociais relatando ter sido agredida no banheiro do restaurante Iulia, no Jockey Club de São Paulo, no último sábado (11). Segundo a publicitária, ela foi atacada pela namorada de um dos fundadores do estabelecimento após uma discussão.

No vídeo, Milka aparece com o rosto parcialmente desfigurado. A publicitária afirmou ter sido agredida com um copo de vidro e passado por duas cirurgias, além de ter levado 40 pontos na face. Segundo ela, a confusão começou quando a moça entrou no banheiro e tentou furar a fila. A mulher foi identificada como Fernanda Bonito.

“Ela chegou no banheiro nitidamente exaltada, possivelmente sob efeito de alguma droga. Falou para todas que estavam no banheiro que ela mandava no local e, esmurrando todas as portas, disse que iria entrar na cabine antes de qualquer uma que esperava a vez para usar a toalete. As meninas que aguardavam informaram que existia uma fila e que ela precisava aguardar a vez dela”, relatou Milka.

“No momento que vagou a primeira cabine, a Fernanda veio correndo e lutou com a minha amiga pra tirá-la da cabine porque ela [Fernanda] que iria usar. Minha amiga, mesmo sem acreditar no que estava acontecendo, deixou ela usar. Uma amiga da Fernanda pediu que a gente relevasse a atitude e então deixamos para lá”, continuou.

De acordo com o relato, Fernanda Bonito foi para cima da amiga de Milka assim que deixou a cabine do banheiro. Na sequência, a modelo teria empurrado a publicitária, puxado o cabelo dela, agarrado o braço e quebrado um colar. “Consegui fazê-la soltar meu cabelo e ela saiu do banheiro em direção aos seguranças e ao namorado dela, que identifiquei como Rodrigo Lima, que é irmão do Ricardo Lima, proprietário do Iulia”, afirmou.

Apesar de Fernanda ter deixado o banheiro, ela teria continuado descontrolada e entrou de novo. Segundo a denúncia da publicitária, a modelo pegou um copo de vidro que estava na mão de Rodrigo Lima e jogou em direção ao rosto dela. Milka diz ainda ter sido perseguida por Rodrigo e pelos seguranças e salva por uma mulher que também estava no toalete e a colocou dentro de uma das cabines.

Milka Borges contou que a polícia e uma ambulância foram acionadas, mas ela foi levada a um hospital por amigos porque os serviços de emergência demoraram a responder à ocorrência. Ela abriu um Boletim de Ocorrência no 34º DP, na Vila Sônia, e alegou estar “tomando as medidas judiciais cabíveis”. “Desejo que justiça seja feita e que as pessoas que me agrediram, assim como o restaurante Iulia, que negou segurança e socorro, sejam punidos com o rigor da lei”, disse.

Em nota enviada à imprensa, o restaurante Iulia confirmou o caso de agressão, mas negou que Fernanda Bonito seja sócia do estabelecimento. “Ressaltamos que a acusada de agressão pela denunciante não é sócia e nunca fez parte de nosso restaurante e que deverá responder pelas consequências de seus atos”, diz o texto.