Agricultura define serviços essenciais para garantir abastecimento

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2020 09h30 - Atualizado em 27/03/2020 09h31
PixabayHá uma preocupação no governo federal para que algumas atividades não sejam interrompidas

O Ministério da Agricultura divulgou nesta sexta-feira (27), no Diário Oficial da União, as atividades que considera essenciais para assegurar o abastecimento alimentar durante a pandemia do coronavírus.

Entre os serviços essenciais estão postos de gasolina, restaurantes, lojas de conveniência, locais para pouso e higiene, com infraestrutura para os caminhoneiros e tráfego de caminhões ao longo das estradas e rodovias do Brasil.

Outras atividades consideradas essenciais: transporte de funcionários; vigilância e certificações sanitárias; comercialização de insumos agropecuários; oficinas mecânicas e borracharias; materiais de construção; e distribuição de alimentos, bebidas e insumos agropecuários, entre outros.

Há uma preocupação no governo federal para que algumas atividades da categoria dos caminhoneiros, por exemplo, não sejam interrompidas pela falta de uma rede de apoio nas estradas.

O próprio Ministério da Infraestrutura já tinha negociado com secretários estaduais de Transporte para que os governos locais flexibilizassem as restrições para excluir do rol de atividades que devem ser suspensas esses locais de apoio aos caminhoneiros.

*Com informações do Estadão Conteúdo