AGU irá entrar com mandado de segurança no STF para anular impeachment

  • Por Jovem Pan
  • 10/05/2016 14h26
Brasília - O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, fala sobre o relatório de impeachment feito pelo deputado Jovair Arantes (José Cruz/Agência Brasil)José Eduardo Cardozo - AGBR

A Advocacia-Geral da União anunciou que irá entrar com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal nesta terça-feira (10) para anular o processo de impeachment contra Dilma Rousseff.

O ministro José Eduardo Cardozo detalhará o recurso em entrevista coletiva na sede da AGU, às 15h30, segundo a assessoria de imprensa do órgão.

Nesta segunda-feira (09), Cardozo afirmou em entrevista a jornalistas que a Câmara deveria realizar novamente a votação da admissibilidade do processo por conta da decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), que decidiu anular o processo.

O pepista, entretanto, revogou sua própria decisão na noite desta segunda após Renan Calheiros ter decidido pela continuidade do processo.