Amazonas pode ter subnotificação de casos da Covid-19, diz governador

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2020 14h35
Divulgação O Amazonas aparece em terceiro lugar na classificação de maiores taxas de reprodução do coronavírus, com média de 1,58 contaminação por indivíduo

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), afirmou, em entrevista à Agência Efe, que existe uma subnotificação de casos da Covid-19 no estado. Ele também afirmou preocupação com o efeito da pandemia entre a população indígena.

Um estudo conduzido pelo Imperial College London, universidade do Reino Unido, mostra que cerca de 10,6% da população do Amazonas já teria sido infectada pelo novo coronavírus, mais do que a de qualquer outro dos 16 estados brasileiros analisados. A respeito do assunto, o governador concorda.

“É algo [a subnotificação] que a gente vem falando há algum tempo. Pode sim haver casos subnotificados, porque temos uma demanda muito grande por exames”, afirmou o governador, que já pediu ajuda à ONU para combater a pandemia na floresta amazônica e proteger a população indígena e ribeirinha.

“É um grupo que nos preocupa muito por estar numa situação de vulnerabilidade. Mas nós estamos trabalhando em parceria com as prefeituras para que haja o isolamento das aldeias.”

O Amazonas aparece em terceiro lugar na classificação de maiores taxas de reprodução do coronavírus, com média de 1,58 contaminação por indivíduo, atrás apenas de Pará (1,90) e Ceará (1,61). Quando o número é maior do que 1, indica que a pandemia não está controlada e continuará a crescer.

Ao todo, o Estado do Amazonas tem cerca de 4 milhões de habitantes e contabiliza 874 mortes pela Covid-19 e 10.727 casos de contaminação pelo novo coronavírus.

*Com informações da EFE