André Esteves retorna ao BTG Pactual como sócio sênior

  • Por Jovem Pan com Reuters
  • 27/04/2016 16h50
Rio de Janeiro - O banqueiro André Esteves foi liberado nesta sexta-feira (18) do Complexo Penitenciário de Gericinó, onde estava preso desde o dia 24 de novembro, no Presídio Bangu 8 (Fernando Frazão/Agência Brasil)André Esteves

O financista bilionário André Esteves, que em novembro foi forçado a deixar a presidência-executiva do grupo BTG Pactual depois de ser acusado de envolvimento em desdobramentos da operação Lava Jato, vai retornar ao maior banco de investimento independente da América Latina como sócio sênior.

Em comunicado, o BTG Pactual informou que Esteves vai assumir um papel com foco em questões estratégicas e apoio ao desenvolvimento das operações e atividades do banco. A composição da holding que controla o banco não será alterada.

Nesta segunda-feira (25), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki decidiu suspender as medidas cautelares impostas contra o banqueiro. Esteves cumpria prisão domiciliar desde dezembro do ano passado, quando teve sua prisão preventiva decretada.

André Esteves foi preso sob suspeita de obstrução das investigações da Lava Jato ao se associar ao senador Delcídio Amaral para tentar convencer Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, a não firmar acordo de delação premiada.

O banqueiro deve, no entanto, avisar às autoridades caso viaje ao exterior por um período superior a sete dias.