Com diagnóstico de miocardite aguda, André Mendonça permanece internado em hospital de Brasília

O ministro da Justiça e Segurança Pública realizou exames após sentir mal-estar e foi submetido a um cateterismo

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2020 11h59 - Atualizado em 14/09/2020 12h00
Edu Andrade/Estadão ConteúdoMendonça assumiu o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública em abril, após o pedido de demissão de Sergio Moro

Após ser diagnosticado com miocardite aguda, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, segue interno em hospital de Brasília. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira, 14, pela assessoria de imprensa do ministério, Mendonça passou a noite bem e os exames segue normais. Ele fará um ecocardiograma ainda hoje Hospital Brasília, na Capital Federal. Segundo nota divulgada pela pasta, o ministro realizou “rastreio para coronavírus e teve PCR e Tomografia com resultados negativos”. “Por orientação médica, continuará internado para observação, pelo menos, pelas próximas 48 horas”, acrescenta o comunicado. No domingo, 13, o ministro realizou exames após sentir mal-estar durante a madrugada. Segundo a equipe de cardiologia do hospital, foi descartado infarto do coração e “diagnosticada miocardite aguda, inflamação do músculo do coração desencadeada, na maioria das vezes, por um processo viral”. A assessoria do ministério informou, na ocasião, que André Mendonça foi submetido a um cateterismo e sentia dores torácicas. Mendonça assumiu o comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública em abril, após o pedido de demissão de Sergio Moro. Antes, ele fez carreira na Advocacia-Geral da União (AGU).

*Com Agência Brasil